E-mail: ong.indefesos@gmail.com

Instagram: @osindefesos

Facebook: /osindefesos

Indefesos - Associação de Proteção Animal

CNPJ: 29.517.811/0001-46

Estamos todos os Domingos na

Praça do Ó, Barra da Tijuca

Rio de Janeiro - 10h às 14h

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social

© 2023 by Woman PWR. Proudly created with Wix.comTerms of Use  |   Privacy Policy

Adotei, e agora?

Primeiro de tudo, PARABÉNS! Adotar um animal abandonado é um lindo ato de compaixão que deve ser reconhecido e parabenizado. Hoje, existem mais de 30 milhões de animais abandonados no Brasil, o que representa cerca de 30% da população total de pets. São pessoas como você, que nos ajudam a mudar esse cenário tão triste em nosso país.

Separamos algumas dicas e informações essenciais para você que acabou de adotar o seu peludo:

1. Já curtiu nossa página no Facebook e Instagram? Não deixe de curtir, compartilhar e comentar. Sua ajuda é fundamental para nós. Se puder, faça também uma doação para podermos continuar resgatando mais animais como o seu.

2. Primeiro passo é conquistar o seu animal. Provavelmente ele passou por momentos difíceis e não sabe o que é amor e carinho. É importante ter paciência e esteja pronto para doar muito amor, carinho e atenção para o seu novo amigo, até que ele se sinta seguro e confiante.

3. Leve o seu novo peludo a um Médico Veterinário de confiança. Ele melhor do que ninguém, dará as melhores instruções sobre o que fazer com o seu novo amigo.

Indicamos a nossa parceira Città VET, onde todo animal adotado na ONG Indefesos, recebe a primeira consulta gratuita.

 

 

 

4. A vacinação é obrigatória, e deve ser feita após as doses de vermífugo. Caso o seu novo amigo seja filhote, é muito importante que o animal não saia de casa antes da terceira dose da vacina. Lembrando que o cachorro pode socializar com outros animais já vacinados. Inclusive, é de suma importância que o seu Pet interaja com outros cães ainda quando filhote, para facilitar a sua sociabilização. 

5. Caso o seu cão já seja vacinado, lembre-se, os cães precisam passear diariamente, de 2 à 3 vezes ao dia. É essencial que você faça esse esforço por eles, pois isso ajuda melhorar o temperamento, sociabilização, gasto de energia, limpeza de sua casa, felicidade, disposição e saúde do animal. Lembre que ele só pode sair para a rua depois da terceira dose da vacina.

 

6. A Ração do seu amigo deve ser SUPER PREMIUM. São produtos de primeira qualidade, em nutrição canina, por isso mais caros. Têm sua formulação baseada em carne animal, que têm maior digestibilidade, ou seja, o consumo diário de ração é menor, o que ameniza o preço da ração. Promovem, ainda, uma vida mais saudável, evitando o desgaste da saúde do animal (evitando também prejuízos lá na frente), e reduzem o volume das fezes do animal. 

Recomendamos algumas marcas: Royal Canin, Hills ou Premiere.

Dica: Não compre nenhuma ração que venda em supermercados, e evite ao máximo as que contém grãos coloridos.

 

 

 

 

 

 

7. Compre uma caminha confortável, pote para água e comida, tapete higiênico, coleira e brinquedinhos. Especialmente se o peludo for filhote. Ele vai destruir a sua casa inteira se você não providenciar distrações para morder, brincar e passar o tempo.

Dica: Quando for comprar a coleira e outros adereços, aproveite e já faça uma plaquinha de identificação com o nome do cachorro e o seu telefone.

 

8. No caso de gatos, é muito importante que você adapte a sua casa para o seu novo bichinho. Gatos gostam de escalar em lugares altos, caixas de papelão, e brinquedinhos para se distrair. Assim como cachorros filhotes, se o gato ficar entediado, ele pode destruir o seu sofá, cadeiras, etc. Portanto, adapte a casa para que o bichinho possa viver harmoniosamente. 

Se você já tiver um gato, lembre-se de que cada gato precisa de sua caixinha de areia individual.

Um detalhe muito importante: gatos gostam de água corrente, isso significa que se você colocar um pote de água, pode ser que ele não se adapte e venha a ter problemas de rim e desidratação. Nossa dica é: providencie uma fonte ou um bebedouro para que ele beba mais água.

Se você mora em casa, tenha cuidado com o tamanho do muro, para evitar possíveis fugas. Em caso de apartamentos, é essencial que você providencie telas para suas janelas (casas também) e varanda, para garantir a segurança máxima para o seu bichinho.

9. Dê muito amor e carinho. Os nossos animais são muito carentes de afeto e precisam de um suporte emocional, mais do que tudo isso descrito acima. Evite deixar o bichinho sozinho por muitas horas, mas se não tiver como, dê uma atenção extra quando puder, brinque com eles e saia para passear. 

Os cães e gatos são animais sociais e precisam passar tempo com a família. Animais que vivem isolados geralmente apresentam problemas comportamentais e levam uma vida de solidão.

10. Castração: Todos os animais, cachorros ou gatos, devem ser castrados para que não se reproduzam mais, aumentando a população de animais que podem, em muitos casos, ser abandonados. Além de passarem fome, frio e serem vítimas de maus-trato. Portanto, a castração é extremamente necessária.

11. É muito importante controlar pulgas e carrapatos para evitar doenças e complicações de saúde. Consulte com o seu médico veterinário qual a melhor opção para o seu novo Pet.

 

 

12. Caso você esteja enfrentando problemas com o seu novo animal relacionados a comportamento, socialização, temperamento, afeto, entre outros, o Adestramento pode ser uma solução pra você. Você pode procurar alguém de sua confiança, ou caso não tenha condições financeiras, aprender técnicas na Internet pode ser uma possível alternativa.

13. Aproveite! Aproveite esse ser incrível de luz que agora faz parte da sua família. Pode mimar, dar amor, carinho e tudo que ele merece. Parabéns por ter dado a chance desse animal abandonado ter uma família e um lar seguro.

Quaisquer dúvidas ou sugestões, fale com a gente!

Te retornaremos assim que possível!

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social

Scooby

(21) 98286-3200